BlogSolar

No dia 17/11 em Curitiba, o CBGD irá discutir o atual cenário da Geração Distribuída com Fontes Renováveis de Energias na matriz elétrica brasileira, sob o enfoque de oportunidades de negócios, barreiras regulatórias, impedimentos jurídicos, tecnologias inovadoras, novos entrantes e perspectivas de crescimento.

 

O 1º. Congresso Brasileiro de Geração Distribuída – CBGD é um evento oficial, promovido e realizado anualmente pela FRG Mídias & Eventos, organizado em parceria com a Associação Brasileira de Geração Distribuída – ABGD, associação oficial de empresas do setor, que reúne provedores de soluções, EPCs, integradores, distribuidores, fabricantes, profissionais e acadêmicos do setor, e que tem em comum a atuação direta ou indireta na geração distribuída oriunda de fontes renováveis de energia.

 

Nesta primeira edição, contará como co-organizador o Paraná Metrologia e ocorrerá simultaneamente ao CIEI&EXPO2016 – Conferência Internacional de Energias Inteligentes, além do suporte do sistema FIEP. O evento conta ainda com o apoio oficial de entidades e associações ligadas ao setor de GD no Brasil e exterior, como WBA – Associação Mundial de Bioenergia e TECPAR – Instituto de Tecnologia do Paraná.

Este Congresso será o primeiro evento oficial no Brasil, com apoio das Associações do setor, realizado para tratar exclusivamente dos interesses das empresas de GD – Geração Distribuída no Brasil.
CBGD – Congresso Brasileiro de Geração Distribuída é uma excelente oportunidade para discutir os novos rumos e tendências do setor, conhecer o que está acontecendo no mercado, além de uma ótima ocasião para apresentar novas tecnologias e as pesquisas desenvolvidas pelo Setor Acadêmico.

 

Internet das coisas e energia gratuita e distribuída

 

Se tivéssemos dito a qualquer pessoa há 25 atrás que em 15 anos um terço da humanidade estaria se comunicando entre si por meio de redes globais trocando áudios, vídeos e textos, que qualquer pessoa poderia publicar uma nova idéia, lançar um produto, transmitir uma mensagem par um bilhão de pessoas e que o custo de fazer isto seria praticamente zero, seríamos colocado em descrédito. Mas tudo isto é realidade agora, comenta Carlos Café, Diretor de Capacitação da ABGD e CEO do Studio Equinócio (Grupo AEVO).

 

Mas e se dissermos a todos que daqui menos de 20 anos a maior parte da energia que usaremos em nossas casas e parar operar cada segmento da economia global será igualmente distribuído e quase sem custo? Isso já acontece para vários milhões de pessoas que decidiram transformar suas casas e empresas em pequenas usinas de energia renovável in loco. Mesmo antes de qualquer custo fixo destinado à compra e instalação das microusinas solares ser amortizado entre 4 e 8 anos, o custo marginal da energia produzida é praticamente gratuito.

 

O Sol coletado em seu telhado, o vento entre as construções e montanhas, a energia da biomassa geração pela decomposição do lixo são todos praticamente gratuitos. As energias renováveis distribuídas estão próximas de um custo marginal zero para milhões de usuários.

 

“Nós temos de debater estes temas a fundo para que a energia renovável distribuída ganhe escala exponencialmente para que todos possam produzir energia limpa e compartilhar esta energia a um custo marginal próximo de zero. É uma grande e excitante tarefa nesta transição de nossa sociedade capitalista para a uma sociedade compartilhada, finaliza Café.

 

Programação do CBGD

Dia 17 Novembro –CONGRESSO BRASILEIRO DE GERAÇÃO DISTRIBUÍDA (CBGD)

Horário / Programação – MANHÃ

08:00 | CREDENCIAMENTO

PAINEL 01 – POLÍTICAS PÚBLICAS E CAPACITAÇÃO

08:30 | Abertura – AUTORIDADES

09:00 | Ações municipais para o desenvolvimento das energias renováveis – “IPTU Solar”

09:20 | Capacitação e Certificação – Carlos Café (Studio Equinócio / Coord. ABGD)

09:40 | Programa Paraná Smart Grid – Zeno Luiz Nadal (COPEL)

10:00 | Geração Distribuída no mercado internacional (Caso Japão) – Júnior Cosmos (CEO da Cosmos Energy)

10:20 | COFFEE BREAK

PAINEL 02 – INVERSORES HÍBRIDOS E ARMAZENAMENTO

10:40 | Inversores Híbridos – Harry Schmelzer (WEG)

11:00 | Mercado nacional para inversores – Bruno Monteiro (ABB)

11:20 | Inversores com Storage – Martin Drope (Diretor Solar Fronius)

11:40 | Sistemas de inversores para GD – Ildo Bet (Presidente GSFV/ABINEE e fundador da PHB)

12:05 | DEBATE – Mediador: Ruberval Baldini (Presidente ABEAMA)

12:25 | INTERVALO

Horário / Programação – TARDE

PAINEL 03 – NOVAS TECNOLOGIAS, FONTES E MODELOS DE NEGÓCIO

14:00 | GD no meio Rural – José Dilcio (EMBRAPA AGROENERGIA)

14:20 | Fabricação dos módulos FV no Brasil – Hugo Albuquerque (CEO Canadian)

14:40 | Membranas solares da próxima geração – Marcos Maciel (CEO SUNEW)

15:00 | BIPV – Integração Fotovoltaica em edificações – Guilherme Chrispim (Diretor Grupo Tecnomont / Onix Solar)

15:20 | Modelo de Locação de equipamentos FV (CASE DROGASIL) – Luiz Pacheco (Diretor Axis Renováveis)

15:40 | GD com outras fontes (Biomassa / CGH) – Vinicius Casseli (Diretor Biomassa – ABGD)

16:00 | COFFEE BREAK

PAINEL 04 – CASES E LINHAS DE FINANCIAMENTO

16:20 | GD em ERB e Datacenters – Gustavo Buiatti (Diretor Alsol / Diretor técnico ABGD)

16:40 | Projetos de P&D da ANEEL – Aurélio Souza (IEE/ USP)

17:00 | A incorporação das fontes Eólica, Biomassa, PCH e Solar na matriz elétrica – Dr. Roberto Zilles (Presidente ABENS)

17:20 | GD em Condomínios, Cooperativas e Consórcios – Dra. Marina Falcão (Jurídico ABGD) & 1º Cooperativa solar do Brasil – Aloisio Pereira Neto

17:50 | Energia Solar Fotovoltaica: diagnósticos e cenários – Ronaldo Koloszuk (Conselheiro FIESP)

18:10 | Opções de Financiamento privado para GD – Francisco Bezerra (BNB – Banco do Nordeste)

18:30 | Geração Distribuída com Biogás – Prof. Dr. Suani Teixeira Coelho (USP)

18:50 | Encerramento – Carlos Evangelista (Presidente ABGD)

About Post Author

Deixe um Comentário

© Studio Equinócio 2015.


Site desenvolvido pela Agencia Mouse